DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

domingo, outubro 04, 2009

A Música das Praças de Lisboa



(Folheto de divulgação da Câmara Municipal de Lisboa)

Na sexta-feira passada ao chegar a casa, a Teresa fez-me um desafio.
Tinha lido num dos "diários" gratuitos, uma notícia : a Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Música, ia "dar música" nas Praças de Lisboa, a partir das 14:00 horas de Sábado.
Bem, lá decidimos partir em direcção a esta iniciativa, dado que somos dados a gostar de ouvir música.
Digimo-nos ao Largo de S. Carlos, não sei bem porquê, decidimos começar por este sítio.
A "Praça" em frente ao Teatro de S. Carlos, estava ainda quase deserta, alguma pessoas, mas com a chegada das 4:00 PM, as cadeiras encheram-se de pessoas, algumas conhecedoras, outras curiosas e expectantes.
Tudo então começou com a BIG BAND do HOT CLUBE DE PORTUGAL, banda da Escola de Jazz Luís Villas-Boas.

Aos primeiros acordes desta banda, nem o sol intenso que se fazia sentir, o calor, demoveu alguém. Foi uma hora de excelente música jazz, tocada por uma banda de excelente qualidade.
Entusiasmados, saímos ainda antes dos últimos acordes terem acabado, em direcção às Ruínas do Convento do Carmo.
Agora já na posse do Programa, sabiamos que iamos ouvir VOX LACI-CORO JUVENIL, que tinha o seu início marcado para as 17:00 horas.
Deparei-me com um coro formado por jovens, que iniciaram o seu concerto, por peças de canto sacro, executadas com grande mestria. A meio do concerto surprenderam-nos com peças destinadas a tudo menos a canto coral, tal como o tema "Socorro" de Pedro Abrunhosa, ou "PLAYBACK" do saudoso Carlos Paião, ou ainda "MLK" dos U2, temas acompanhados com coreografias de agradável imagem e execução.

De referir a qualidade do espaço escolhido, para este tipo de concerto. As Ruínas do Convento do Carmo, por instantes, ganharam uma ligação directa com os deuses, através da música.

Saímos, no fim deste concerto directamente, e novamente para o Largo de S. Carlos para ouvir mais um concerto, agora a orquestra dos PEQUENOS VIOLINOS DA METROPOLITANA.


Que bonito, ouvir esta orquestra formada por jovens e "pequenotes" alguns quase do tamanho dos pequenos violinos, a executarem peças de música classica, Vivaldi, Bach, Shumann, eu sei lá, com uma mestria e simplicidade, que até parecia que era fácil, sempre acompanhados pelos seus professores.

Não havia um pequeno espaço livre no largo, estava repleto. As pessoas amontoavam-se nas escadas, na esplanada. Qualquer lugar servia para ouvir música.

Ao partir em direcção a casa, sentia-me bem comigo mesmo. Sentia-me feliz.

Que boa ideia que a Teresa teve. Gostei mesmo.

Ao sair do Largo de S. Carlos, lembrei-me que, seria assim que Fernando Pessoa e o seu pai se sentiriam, ao ouvirem a música que entrava pelas janelas do 4º andar daquela casa, onde viviam. Está lá a placa.

Fernando Pessoa devia ficar de "papinho cheio", e talvez cheio de felicidade, porque o Sr. Joaquim de Seabra Pessoa, seu pai, tinha um dia, tido a ideia de ir viver para o Largo de S. Carlos.

Que boa que foi esta tarde de Sábado.

Que feliz iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa. Os lisboetas de certeza que agradeceram. Eu fiquei muito agradecido.

Obrigado !

(Fotografias de Fernando Ferreira)


2 comentários:

  1. Olá, obrigada pela visita, espero que volte sempre, tb adorei teu blog, muito inteligente e interessante, e quero tb te oferecer um selo , que embora não tenha regra e pode repassá-lo para quem vc quiser é o selo que eu mesma criei e tem como título Este blog faz a diferença, oferto a vc pq seu blog realmente faz a diferença, parabéns

    Cris

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelas amáveis palavras.
    Até à próxima visita.

    ResponderEliminar