DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

quinta-feira, outubro 15, 2009

Comentário de um "Saloio" e "Provinciano"


Não tenho por hábito escrever sobre este tipo de assuntos.
Não tenho normalmente por hábito sentir-me ofendido, por qualquer pessoa, que diga "mal" de Portugal, ou goze com os portugueses como povo.
Depende, nem toda a gente me ofende, ou tem essa capacidade.

Agora, desculpem-me qualquer coisinha, mas a Srª Maitê Proença, não me ofendeu, como "Português", por alguns comentários mais ou menos depreciativos, que fez numa das suas visitas ao meu país, até porque também não lhe reconheço essa capacidade.

Segundo parece, e digo parece, porque também não tenho por hábito ver programas de televisão do género, e o conhecimento que tenho foi apenas adquirido das imagens que vi no Youtube, a Srª Maitê Proença, teceu comentários sobre Portugal e o seu Povo porque em algum lugar da Vila de Sintra, apenas e só estava uma placa com um número de porta, colocada ao contrário, ou ainda porque o funcionário do hotel não lhe resolveu o seu "problema informático", ou porque os portugueses são esquisitos, ou porque "Manuel" tinha bom gosto (El Rei D. Manuel).
A propósito não sabia que no Brasil, nos hoteis um dos serviços em oferta, era a assistência informática prestada por técnicos qualificados.

Não "reparou" na beleza e história da Vila de Sintra, nas referências artísticas, nas casas e monumentos, no Palácio da Vila, no Palácio da Pena,....., e apenas nesta visita, sem falar do resto do país.

Até aqui nada feriu o meu orgulho nacional. Sou superior a este tipo de comentários; até aqui, e estou a falar das imagens que vi, apenas revelavam um forte desconhecimento a tocar as franjas da ignorância (se é que não se tinha afogado já), sobre o nosso país, que é PORTUGAL e da nossa história.
A Vila de Sintra era uma "vilazinha".

Agora, não sei se me ofende ou se enoja, que a Srª Maitê Proença, tenha, "por graça" ou "por brincadeira" CUSPIDO no lago de uma fonte que se encontra num local classificado como MONUMENTO NACIONAL - Mosteiro dos Jerónimos.

Isto não me ofende mas enoja-me. Desculpem-me a expressão, tenho de baixar o nível, mas dizia eu, pela "javardice " deste tipo de acção, senti nojo.
Então eu ando a ensinar aos meus filhos, as regras da Boa Educação e de bom Comportamento em Sociedade, e esta Srª acha "engraçado" cuspir, e mostrar estas imagens no seu programa de televisão?
(Não preciso que me respondam.)

Penso que não é só a "Saia" que é "justa", mas a inteligência também não muito grande.

E depois, eu que até nem sabia nada deste assunto, se calhar estou mal informado, ainda me custa mais, e aqui sim, talvez me ofenda não só como Português, mas principalmente como pessoa, que me chamem " Provinciano", "Saloio" e até "Complexado".

Se um qualquer português, saloio, provinciano ou até complexado, ou não, fosse visto a cuspir para uma fonte que pode ser vista e visitada por milhares de pessoas de qualquer parte do mundo, que até está neste caso num monumento, ou para qualquer tipo de fonte, não faltariam críticas, conversas depreciativas e talvez fosse apelidado de "porco".
Agora à Srª Maitê Proença, temos de achar "piada".
Além de uma série de incorrecções que cometeu ao longo da pequena amostra que vi, ainda tenho de achar piada à atitude.
Por favor, um dos nossos principais problemas é acharmos, em termos gerais, que tudo o que vem de fora é que é bom e temos de ser tolerantes.
Acho que sim devemos ser tolerantes mas também devemos ser críticos, exigentes e rigorosos.
Para mim, não é uma questão de orgulho nacional. Sinto-me orgulhoso em ser "Português".
Também "brinco" com os alentejanos, quantas anedotas não temos nós. É normal, mas não é ofensivo.

Agora chamarem-me Saloio, Provinciano ou Complexado porque não aceito uma atitude de falta total de educação, isso não não aceito. Nem que fosse o Papa, o Presidente da República, chinês, russo, ou qualquer outra pessoa, isso não aceito.
Por isso, Sr. Miguel Sousa Tavares, até gosto de o ouvir, até gosto de ler o que escreve, mas desta vez, e é apenas a opinião de uma Português Saloio, desta vez não aceito os nomes que me chama, ou a classificação que faz de quem mais ou menos se sentiu "ofendido".

E já perdi muito tempo com este tipo de assunto.
Já perdi demasiado tempo com pessoas do nível da Srª Maitê Proença.

Além disso as desculpas não se pedem, evitam-se.


3 comentários:

  1. Compadre, 'tás cheio de razão!
    Um beijo
    Romicas

    ResponderEliminar
  2. Faires Amigo

    Boa malha! Bué da fixe! Ganda cena! (Os meus netos são preciosos: na boa educação, na cabeça, no comportamento, nos resultados - mas, sobretudo, na linguagem. E são logo cinco...)

    Exijo-te; exijo-te? Ordeno-te que voltes ao menos três vezes por dia à Travessa. Fazes lá falta. Por tudo e sobretudo. Escreves muito bem e tens ideias e sabes espremê-las, perdão, exprimi-las.

    Se quiseres ser contribuidor (contribuinte já és, mas isso é com a DGCI) da Travessa - é só dizeres que sim. Tens lugar no Timão, olá se tens!!!

    Abs

    ResponderEliminar
  3. Caro Henrique Antunes Ferreira,
    Fiquei muito sensibilizado e honrado tanto com o seu comentário, como com o seu convite.
    Certamente que serei um seguidor, e se permitir um "comentador da Travessa.
    Com muita honra o farei.
    Um abraço,

    ResponderEliminar