DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...

"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

... Uma Vida cheia de aventuras ...

Conheceu A ilha misteriosa.
Fez uma Viagem à Lua.
Deu A Volta ao Mundo em 180 dias.
Andou Cinco Semanas em um Balão.
Viveu e descreveu as atribulações de um chinês na China.
Fez 20000 Léguas Submarinas.

Enquanto as percorria, teve um encontro com o Narval....
(...) O grito do arpoador fez com que os tripulantes abandonassem seus postos. A escuridão era tão grande neste momento, que, ansioso, imaginava o que teria visto o arpoador.
Ned Land estava certo. Todos puderam ver o objeto que ele nos apontava.
A uma distância de duzentas e quarenta braças, a estibordo do Abraham Lincoln a superfície do mar parecia iluminada. Era apenas um fenômeno de fosforescência e não podia haver dúvida quanto à sua origem. Era o monstro que estávamos procurando há tanto tempo, que projetava aquele halo fortíssimo, embora inexplicável. Essa radiação devia ser produzida por um agente de grande potência luminosa. A parte iluminada formava sobre o mar um grande oval muito extenso, em cujo centro se condensava um foco incandescente, cujo brilho irresistível extinguia-se aos poucos.
- Trata-se de um conjunto de moléculas fosforescentes - disse um oficial da fragata.
- Não estou de acordo com o senhor - objetei inteiramente convicto. - Não existe peixe ou molusco que possa emitir uma luz tão intensa. Esse esplendor é de natureza essencialmente elétrica. Veja bem. Está se movendo agora em nossa direção. Cuidado!
Ergueu-se na fragata um clamor.
- Silêncio - ordenou o comandante Farragut.
- A barlavento! Retroceder!
Os marinheiros trataram de cumprir as ordens de seu capitão. A Abraham Lincoln virou para bombordo e descreveu um semicírculo.
- Para a frente! Avante! - gritou o capitão.
A fragata tentou afastar-se do foco luminoso. Digo que tentou, porque aquele animal sobrenatural perseguiu-nos com o dobro da velocidade do navio.
Todos estavam mudos e permaneciam imóveis de espanto. O animal encurtou a distância, rodeou a fragata, que navegava a quatorze nós, e a envolveu em sua luz. Feito isso, afastou-se cerca de três milhas, deixando atrás de si um rastro luminoso. De repente, o monstro avançou em direção à fragata com surpreendente velocidade, parou a vinte pés dos cabos do navio, apagou a luz e submergiu, tornando a ressurgir logo depois do outro lado do navio, como se tivesse passado sob o seu casco. Era iminente um choque. Estava assombrado com as manobras efetuadas pela Abraham Lincoln. A embarcação não atacava, apenas se defendia. Era perseguida, quando devia ser a perseguidora. Fez-se essa observação ao comandante Farragut. Este, impassível como sempre, não demonstrou o menor embaraço.
- Devo dizer-lhe, senhor Aronnax, que não sei o que é o meu oponente. Não desejo arriscar a minha fragata no meio da escuridão. O senhor deve compreender que não posso atacar um inimigo que não conheço. Esperemos o dia clarear, e então saberemos como agir.
- O senhor sabe que animal é esse?  (...)

Nasceu em Nantes, a 08 Fevereiro de 1828.
Morreu em Amiens em 24 de Março de 1905.
Fez tantas e tantas "coisas" fora do seu tempo, tão avançadas para o seu tempo.
Pertence ao meu passado. Deu-me muitas horas de aventura.
Deu-me muitos "mundos novos"
Fez-me companhia.
JÚLIO VERNE...
Um Homem que no passado imaginou o Futuro. Fez previsões...
Um Homem de Visão ...

(Texto do livro "20000 Léguas Submarinas - Cap. VI - O Encontro com o Narval")

1 comentário:

  1. Adorei esse texto,fiquei curiosa para saber o desenrolar de toda a obra,de Júlio Verne conheço apenas "A Volta ao Mundo em 180 Dias".
    Gosto muito de aventuras,é como se eu vivesse o que leio,bom demais...
    Abraços.

    ResponderEliminar