DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

... passeando em Lisboa ...

Passeando pela Baixa Pombalina....
... subindo e descendo o Chiado ...
... tomar café, sentado en frente à Brasileira, com Fernando Pessoa ...
... visitar o Convento de S. Domingos ...
... situada no Largo de S. Domingos, freguesia de Santa Justa,
a Igreja do Convento de S. Domingos nunca nos deixa indiferentes.

Construída no Séc. XIII, inaugurada por D. Sancho II, foi quase totalmente destruída pelo Terramoto de 1755, exceptuando-se a sua Capela Mor que resistiu a este "acidente".
Foi reconstruída, e em 1959, nova "tragédia" acontecia... um INCÊNDIO que destruíu a talha dourada que revestia os altares e as paredes deste templo, bem como uma série de imagens que se perderam para a história.
Nova reconstrução, e em 1994, sem esconder as marcas da devastação, abre ao público, permitindo assim que cada um de nós se possa maravilhar com estas paredes "marcadas".
Está exposto, algo escondido dos "olhares mais distraídos" metade do lenço que a Irmã Lúcia usava no dia 13 de Outubro de 1917 bem como o terço usado por Jacinta nesse mesmo dia.
De planta em cruz latina esta igreja é de estilo Barroco.
É de "espantar" a característica cromática deste templo, um jogo de cores, entre o tom ocre das suas paredes e os cambiantes de tons de cinza das colunas e arcadas em pedra.

Está disponível, é só entrar e observar...


1 comentário:

  1. É linda!!
    Eu nunca vi algo tão bonito assim,parece uma pintura!
    A ideia de preservar as marcas causadas pela força da natureza é muito boa.
    Talvez um dia eu entre,e observe.
    Abraços.

    ResponderEliminar