DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

quarta-feira, junho 16, 2010

... no passado PRISÃO... hoje "SÍMBOLO" DA LIBERDADE...

Forte de Peniche....
Construído entre 1557 e 1578.
Transformado em Prisão Política de Alta Segurança entre 1930 e 1974.
( Evidentemente que a história deste local não se resume a estas duas linhas )

Preâmbulo

Que me perdoem os peritos em História, comentadores e analistas políticos ou não, mas não pretendo nem fazer uma análise exaustiva, nem tenho a pretensão de "ensinar" alguma coisa a alguém.
Apenas e só, partilhar, porque não conhecia, nunca tinha visitado, imagens e algumas sensações que tive ao visitar o Forte de Peniche.
Feita esta nota de abertura cá vamos ... 


 Vista do Forte de Peniche

Entrada do Forte de Peniche
Muitos entraram por este passadiço. Poucos o fizeram para exercer as suas funções.
Os restantes, muitos, aqui passaram, sem tão pouco saber porquê ...
Porque " protestaram " ??? Porque ficaram "calados "???
Porque " se revoltaram " ??? Porque.... porque.... porque...
Alguns vieram por este passadiço, para ficaram atrás das muralhas, apenas porque sim... Tão boa razão como qualquer outra ( na altura ) ...

 
Corredor das Celas
Passavam aqui os seus dias, entre as celas, o refeitório, o pátio e o...Segredo.
Um dos mais conhecidos "Manuel Tiago" (pseudónimo), também aqui esteve, e hoje, quem visita estes espaços, pode ver a "Arte" em desenhos ou poesia . 

Imaginem, que durante uma das visitas aos prisioneiros, uma criança ía com o seu chupa-chupa, alegre e contente, para a visita do seu pai. Foi proibida de entrar pelo Agente de 1ª porque, certamente com medo de alguma arma escondida no chupa-chupa. Só entrou. Razão... era proibido comer durante as visitas .....

Alguém, não sei quem, chamou, um dia a isto Sanitário.
Refiro-me ao "balde"

Quem se portava mal (??), ou tentava a fuga, entre outros castigos, ia para o "SEGREDO"
Entrava por aqui ( pela parte de baixo )


Tanto Mar, tanto Ar e eu sem lhe poder chegar....
Vista do mar numa das ameias do Forte de Peniche.

Nas ameias, muitos tentaram espreitar a LIBERDADE.
Olhando para o Horizonte, magicavam formas inteligentes de enganar os "espertos"
Hoje, aqui neste local, todos os que cá estão dentro são LIVRES.


Um pequeno apontamento ....

Uma das fugas célebres de Peniche

No dia 3 de Janeiro de 1960, evadem-se do Forte de Peniche 10 prisioneiros. No fim da tarde desse dia, pára, em frente ao forte, um carro com o porta-bagagens aberto. Era o sinal...
O carcereiro foi neutralizado com uma anestesia e com ajuda de um dos sentinelas, passaram sem serem notados pela parte mais exposta do forte e uma a um, desceram, através de uma corda feita de lençois para o fosso exterior. Saltaram o muro e .... dirigiram-se ao centro da vila onde se encontravam diversos carros que os levarammmmm .... rumo à Liberdade.
Um destes prisioneiros era Álvaro Cunhal.

( informação retirada da minha visita ao Forte de Peniche , nos diversos cartazes existentes )
Se calhar não foi bem assim, mas a ideia ficou ....


Alguns, poucos, conseguiram ser LIVRES....
"Voaram" em direcção a algures ou talvez para Nenhures.... mas "voaram"

(Fotografias de Fernando e Teresa)

2 comentários:

  1. As gaivotas, livres no seu voo, são o contrário do espírito de uma prisão política. Gostei muito.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Que belo passeio e que bem retratado...
    Bjs
    Romicas

    ResponderEliminar