DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

sábado, outubro 06, 2012

... " A última fortaleza " ...

Não sei bem porquê ...
Lembrei-me de repente, de um filme dirigido por Rod Lurie, de 2001, com a participação de Robert Redford, no principal papel, que eu vi já faz algum tempo.
 
" A ÚLTIMA FORTALEZA ", é o nome deste filme.
Robert Redford fazia o papel de um soldado do exército norte americado, que se encontrava preso.
Não estou aqui para escrever nem fazer qualquer apontamento ou crítica a este filme.
 No entanto, a determinada altura, dadas as circunstâncias e condições existentes naquela prisão, os "residentes", "ameaçaram" hastear a bandeira ao contrário. O director da prisão fez todos os esforços para que tal não viesse a acontecer.
Quanto a este assunto, por aqui me fico.
 
Nos idos de 2009 em Portugal, aparecia num programa de televisão uma imagem da Bandeira Nacional invertida. Tal ocorrência foi alvo de uma confusão tremenda, tendo inclusivamente originado um comunicado proveniente lá dos lados de Belém.
Foi recordado nesse comunicado o "artigo 332º do Código Penal, que pune com pena de prisão até dois anos ou com multa até 240 dias, "quem publicamente, por palavras, gestos ou divulgação de escrito, ou por outro meio de comunicação com o público, ultrajar a República, a Bandeira ou o Hino nacionais, as armas ou embelemas da soberania portuguesa".
 
Já toda a gente percebeu onde quero chegar...
 
Evidentemente, que em relação ao incidente do dia de ontem, 5 de Outubro de 2012, longe de mim pensar que, por causa de "um simples engano", se deveria cumprir ou fazer cumprir o acima escrito e determinado em lei.
Em primeiro lugar porque acho que não será caso para tanto. Em segundo lugar porque não resolve nada. Em terceiro lugar, porque a haver lugar pagamento da multa, ainda nos aumentam mais os impostos para fazer face a mais esta despesa... do Estado. Já não seria a primeira vez que tal acontecia. Por isso, deixem-se de coisas... É que eu não sei quanto é que custa cada dia de multa ... mas não deve ser barato.
 
Agora, as imagens a que assisti ontem nos diversos canais, são de uma tristeza total, de uma falta de dignidade sem precedentes. São uma vergonha. Ou talvez não ... quem sabe se não teria sido de propósito que o "responsável" por dar e posicionar a bandeira, não o teria feito com intenção... nãããããã .... não acredito que haja, nos nossos dirigentes, alguém com "inteligência" para tal.
Porque é que dúvido? Por isto ...
Hastear uma bandeira de pernas para o ar, tem um significado internacionalmente conhecido. Não sei se apenas militar, mas é a sinalética que informa, sinaliza, é o sinal de pedido de socorro. O lugar onde  a bandeira estiver hasteada nestas condições encontra-se em perigo, havendo fortes riscos para pessoas e bens. É sinal de ocupação por parte do "inimigo".
Bem, o nosso país, não se encontra numa situação militarmente perigosa. Mas só militarmente, porque de resto, não há nada que se aproveite em termos de política económica e/ ou financeira ou outra qualquer.
Os sacrifícios, são imensos, temos gente a passar fome, desemprego alucinante, dificuldades das famílias, Educação pela hora da morte, Saúde idem ... e há ainda uma pequena, mas enorme, quantidade de senhores que olham para toda esta situação, com ar de preocupados, olhando para a frente, sem saber nada do que estão a fazer, do que têm de fazer, sem terem um caminho, um rumo, um objectivo, um desígnio, uma VISÃO...
E dada a total falta de capacidade, a total incompetência, lá vão eles alegremente "festejar" mais um dia da República, hasteando a Bandeira Nacional ... ao contrário... De propósito ? Não acredito, era sinal de muita inteligência ...
 
Voltando agora ao filme... Nesse filme, havia um LÍDER ...
Fui ao YOUTUBE ver imagens desse filme, e apareceu-me um pequeno "filme" com frases escritas por cima de imagens do mesmo ...
Fui lendo, e na minha opinião a grande maioria adapta-se totalmente ao "filme" que está a ser vivido em Portugal ...
 
"Liderança, é a "individualizar" cada pessoa que se encontra sob a nossa responsabilidade, identificando e concentrando-se no lado bom de cada um, e lembrar-lhe as suas potencialidades."
 
"Lider, é aquele que aconselha."
 
"Acredito que, em última análise, a função de Lider é espalhar a esperança. "
 
" Não se é Líder batendo na cabeça das pessoas - isso é ataque, não é liderança. "
 
Voltando agora a Portugal ...
É realmente, este o nosso grande problema e questão ...
... NÃO HÁ LIDERANÇA ...
... NÃO TEMOS LÍDER ...
... NÃO EXISTE UMA VISÃO ...
... NÃO EXISTE DESÍGNIO ...
 
O que temos, é um sem número de oportunistas, que sempre que estão em lugares de poder, fazem exactamente o que lhes é necessário, mas não o que lhes compete.
É triste, humilhante, desgastante, ver os "decisores", "relatores", "analistas" em debates infindos, sempre a falar da mesma coisa, a discutirem e a discursarem sempre sobre os mesmos temas, de diferentes linhas e origens políticas e ideológicas, mas todos com um ponto comum; "NÃO SABEM O QUE FAZER, OU O QUE FAZEM", ... mas acho que sabem o que andam a fazer...
O líder da oposição, fez um anúncio deveras importante para o nosso país: "Quando eu governar, o 5 de Outubro será Feriado. ". Ora até que enfim, que alguém diz uma coisa imprescindível para a resolução da situação actual. Também foi importante saber que houve "líderes" que não foram às cerimónias comemorativas. Eu por mim e por cá ... fiquei cheio de pena.
É triste, então quando se vive num país estrangeiro, ver e sentir o olhar das pessoas que estão ao nosso lado, com ar de pena e por vezes quase que de gozo...
 
Vemos, políticos, decisores, bem falantes dizer que não estão de acordo, mas não se demitem, nem abandonam o barco, batendo com a porta e demonstrando, apontando um rumo, que contribua para a resolução destes problemas. Não, não concordam mas continuam inseridos no sistema. É que essa gente não corre o riso de ficar sem emprego ou trabalho. Ou pode correr esse risco ?
Até quando, se vai manter esta situação ? O que é preciso para o Estado reconhecer que não pode ser este Estado ? É preciso mais o quê ? Mais quantos desempregados ? Mais quantos pobres ? Mais quantas pessoas a viverem sem dignidade humana ? Mais quanto euros por pessoa, contribuinte, trabalhador ? Será que é preciso morrer gente ?
Estamos a falar de pessoas, VIDA HUMANA, não de números ou simples moeda ...
 
Afinal, a Bandeira Nacional hasteada ao contrário, faz todo o sentido ...
Estamos em perigo ... as pessoas estão em sério risco, e como tal, temos de informar, pedir ajuda, socorro ... Precisamos que nos ajudem, não que nos emprestem mais dinheiro. À semelhança de uma empresa, um país não existe, se não existirem, colaboradores, pessoas. Só directores, gestores, governantes e decisores, não chegam ...
Alguém conhece um LÍDER que nos possa dar uma VISÃO estabelecer um DESÍGNIO, pelo exemplo nos coloque no caminho do sucesso ?
É que esta não é função para a qual se possa colocar um "Anúncio de Emprego" num jornal ou revista ...
 
E por fim, porquê festejar o 5 de Outubro, dia da implantação da república ?
Estamos a festejar o quê ???
Esta república ???

(Imagens retiradas da internet)

2 comentários:

  1. Vi o filme...e quanto ao TEU GRITO DE REVOLTA tiro o meu chapéu e aplaudo-te de pé já que também é o meu e demais de milhares e milhares de portugueses...!

    Posso subscrever? Já está:)

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  2. Desculpa mas hoje publiquei este post...direcionado para aqui:)

    Força FAIRES precisamos de VISÕES como a tua!

    Munguenê

    ResponderEliminar