DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

quinta-feira, abril 05, 2012

... se ainda tinha dúvidas ...

Lá está ... mais uma vez, e tendo em conta que não confirmei nenhuma das notícias que proliferam nestes últimos dias pelos diversos meios de informação, a serem verdade, se alguma dúvida tinha, fico mesmo convencido que se anda a brincar com tudo isto.
Concretizando ...

Segundo vários jornais e telejornais, ali para os lados da A8, uma viatura foi detectada e devidamente "apanhada" à bonita velocidade de 199 km/hora... Não que eu seja grande exemplo, como muitos de nós, mas neste caso, o motorista fazia-se acompanhar (procedia ao transporte) de uma personalidade do nosso país ... o motorista, confrontado com a evidência, lá terá entregue às autoridades os seus documentos.
Perante o conhecimento do valor da multa, a "personalidade" nacional, entre outras palavras e troca de impressões sobre a situação vigente, terá dito, possivelmente revelando uma parcial indiferença, as sábias palavras:
- Será o Estado a pagar a multa...

Lindo ... sem mais ...
Vou-me abster de qualquer comentário para não correr o risco de mais tarde me vir a arrepender...
No entanto, apenas uma pequena informação. A personalidade já teve as mais altas funções no Estado e as consequentes responsabilidades ... De acordo com esses diversos orgãos de informação, estas "sábias palavras" foram proferidas pelo Dr. Mário Soares, que não é propriamente um desconhecido ou uma pessoa de menor importância. Mas é o que temos, e talvez o que merecemos... O motorista ficou sem carta, segundo as mesmas fontes de informação, porque não se pagou a multa. Além destas barbaridades, certamente que não é verdade, mas terá sido um diálogo com algumas atitudes de menor correcção por parte do transportado, repito não é assunto confirmado, é "um diz que disse"... digo eu.
Outra situação...
O país está em dificuldades... é culpa da troika (assim é muito mais fácil)... isto é o desemprego, os aumentos dos preços, os impostos ... as nossas autarquias, diga-se Câmaras Municipais, estão muitas delas, sabe Deus como...
Não há tolerância... Todos temos que trabalhar e nos esforçar em prol de um rápido desenvolvimento económico, financeiro ... aquilo que quiserem .
Mas de acordo com as "news" ( é para parecer menos estúpido ), cerca de 97 municípios deram tolerância de ponto aos seus colaboradores nesta quinta-feira à tarde. Têm autonomia e por isso podem sobrepor-se a uma decisão ou pelo menos "indicação" do estado ou do Governo...
Na minha pobre e ignorante análise, só vejo as seguintes hipóteses, para este tipo de atitude:
a) A rentabilidade é tão elevada, que para não dar nas vistas, é melhor abrandar...
b) Estava tudo feito, e como não havia mais nada, então é melhor descansar, porque se trabalhou muito antes...
c) Foi tudo gozar um dia de férias ( neste caso meio-dia ) e assim já fica gozado ... é menos um lá para o Verão ...
d) Estava tudo com excesso de dias de descanso compensatório, e assim sempre se gastou algum tempo ...
e) Mais vale pararem, não trabalharem porque gastam muito mais se lá estiverem, do que se estiverem parados...
Ora se juntarmos as duas situações, estas, têm apenas uma única "linha  comum" ... quem paga é o Estado ...
E como, devido à Lei da Gravidade (pois, porque esta por mais que queiram, ou façam, digam ou refilem, não a conseguem alterar ... já não digo nada ...), ... a "m........a" cai sempre sobre os que estão na parte inferior da pirâmide, e neste caso, quer dizer ... NÓS em geral ... contribuintes ...
Assim, tanto no primeiro caso, como no segundo, QUEM PAGA SOMOS TODOS NÓS ...
Se tinha dúvidas, agora deixei de as ter ... Não há nenhuma dúvida, que andam muitos a brincar aos países, às economias, aos "desempregos", com a desgraça alheia ... Andam alguns a brincar com coisas sérias ... e mais grave ainda, andam alguns a gozar connosco ...
Mas uma coisa eu aprendi... se for multado ou mandado parar por excesso de velocidade, ou estacionamento ou outra razão qualquer, poderei responder na mesma ... Quem vai pagar é o Estado ... e assim pelo menos eu pago, mas pago muito menos...
Cá vamos vivendo, neste cantinho, alegremente brincando(?), porque temos alguns de "nós", que esses sim, brincam com os "brinquedos" que não lhes pertencem...
Desabafos, porque por mais que me peçam esperança e compreensão, há uns poucos que dão cada tiro nos pés, que até assusta ... e o que me chateia é que esses tiros também me atingem ... e não me consigo esquivar ou esboçar um pequeno movimento que possa contrariar a tal lei da Física ...
Pois...
Já agora, a imagem é para ... olha colocar cá qualquer coisa ...
... ou então, vamos beber para esquecer as "parvoíces ...
(Fotografia de FAires)



 

4 comentários:

  1. Nem mais!!
    Cada vez sinto mais asco pela classe política, seja qual for o partido de que se fale.
    No melhor pano cai a nódoa e este exemplo é flagrante. A verdade é que o senhor também já só pode estar xexé... Mas, infelizmente, continuam a aparecer casos com contornos, no mínimo, aberrantes. E o Zé Povinho a pagar...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. E a que propósito é o Estado a pagar a multa no caso dessa "personalidade" ?
    Por fazer parte do Conselho de Estado ?
    Noutros tempos, TENHO A CERTEZA que recebia em casa um cartão muito delicado a informá-lo que estava FORA DE FUNÇÕES ! E no final, "Com os melhores cumprimentos, AOS".

    Tenho dito.

    Um abraço e BOA PÁSCOA, FAIRES !

    ResponderEliminar
  3. Mas se o carro é do Estado é ele Estado que paga. Não tem nada que saber. Coisa diferente é o Estado pedir o reembolso ao motorista, coisa diferente é o Homem pagar e deixar-se de maedas. E não está cheche, sempre foi malcriado.

    ResponderEliminar
  4. A questão aqui, não o facto do carro ser do Estado... Também não sei se o motorista não teria ordens directas... tivesse que não tivesse é ele mesmo o responsável pela velocidade, logo pela multa. A principal questão é este senhor se considerar, e já não é a primeira, intocável, inatacável, superior eu sei lá o quê só porque foi Presidente... além disso, além de ter ordenado ou reforma, tem uma quantidade de "direitos" não sei bem porquê ...É por isso que cada vez mais sou monárquico... pelo menos poupamos nas eleições deste tipo de políticos ou gente ...

    ResponderEliminar