DISTRAÇÕES_i_IMAGENS

...um olhar sobre... as minhas IMAGENS preferidas e algumas DISTRAÇÕES ...
"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são." (Peter Urmenyi)
"A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outros. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular" (Mahatma Gandhi)
"Para viajar, basta existir. " ( Fernando Pessoa )

segunda-feira, março 12, 2012

... Mãos ... que se desenham ...

... sem licença do autor ...
... sem autorização destas mãos ...
... mão que desenha a mão ...
... mão direita, mão esquerda ...

As Mãos

Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.


De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

Desenho é de Pedro Ribeiro
Poema de Manuel Alegre







3 comentários:

  1. Reconheço a qualidade poética do Manuel Alegre, naturalmente.

    Um abraço, Fernando.

    ResponderEliminar
  2. Escolheu um lindo poema para o desenho,e um lindo tema para a postagem,...Mãos ...que se desenham...,só esta frase já é poesia.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  3. Mãos que se desenham é poético, sem dúvida.
    Olho a perfeição dessas mãos e não conseguindo ser isenta em relação a quem as desenhou ( que orgulho grande!..... ), só posso dizer que são tão belas como o poema.
    Obrigada por te teres "servido" do Pedro para nos fazer lembrá-lo.
    1 bj enorme

    ResponderEliminar